Como domesticar um hamster

Domesticação dos hamsters

Podemos chamar animal de estimação a qualquer animal que adoptemos, que tenhamos em casa seja dentro ou fora de uma gaiola ou aquário. No entanto não é por serem animais de estimação que estão completamente domesticados.

Ate um cão ou um gato que seja adoptado recentemente pode demonstrar sinais selvagens e até alguma agressividade comum nos animais em geral. Com os hamsters é o mesmo. Um hamster que tenhamos adquirido recentemente poderá não ser nada manso, mas cabe a nós domesticar o nosso novo amigo.

Um hamster que não esteja domesticado terá tendência a morder. Normalmente mordem quando sentem perigo, mas no caso de não estarem habituados ao seu dono, acabarão por morder mais vezes do que desejamos.

Na continuação falaremos de algumas dicas básicas que ajudarão a domesticar qualquer hamster em poucas semanas.

Observar e aprender

Para domesticar um hamster, primeiramente temos de o conhecer. Devemos aprender em que horários ele costuma estar activo, a comida que ele gosta mais, etc. Isto tudo podemos detectar simplesmente observando o hamster no seu dia-a-dia.

Este passo é o mais importante de todos, já que independentemente de qualquer truque que usemos para amansar um animal, devemos saber que horários é que são mais oportunos. A comida preferida também é importante para conseguirmos de alguma forma “comprá-lo”, dando-lhe aquilo que mais gosta.

Dar de comer

O primeiro avanço que devemos fazer para nos aproximar-mos do nosso hamster é simplesmente dando-lhe de comer. Não falamos em simplesmente encher o seu comedouro, mas sim dar-lhe de comer directamente da mão para a sua boca.

Isto mostrará ao hamster várias coisas: não tem de ter medo de nós, são as nossas mãos que lhes leva comida, só lhe queremos bem, etc. Ele pegará na comida e levará para longe, mas em poucos dias podemos tentar deixar a mão perto dele enquanto come para verificar se já tem confiança em nós.

Mais tarde tentaremos fazer com que ele coma directamente na palma das nossas mãos, sem fugir de nós depois de obter a comida. Quando isto acontecer, quer dizer que estamos prontos para o passo seguinte.

Levantar o hamster

A verdade é que se ele já não nos morde nem se assusta quando come na palma das nossas mãos, quer dizer que já confia em nós e não tem tanto medo como tinha antes. Mas ainda falta algo: o poder pegar nele e levantá-lo.

Por muita confiança que ele já tenha em nós, o hamster poderá assustar-se por o tentarmos levantar e sem esta domesticação este é o principal motivo pelo qual os hamsters nos mordem.

Para conseguirmos fazer com que o hamster ganhe confiança em nós até para o levantar, devemos inicialmente o tentar fazer inicialmente muito devagarinho e enquanto come. Isto porque enquanto está a comer lembrar-se-á que pode confiar em nós. Não deve ser durante muito tempo pois ele pode tentar fugir e cair.

À medida que os dias vão passando vamos tentando levantá-lo mais rapidamente para perceber a sua reacção. Chegará a uma altura que ele não terá quaisquer problemas em ser levantado, inclusive será ele próprio a correr para os nossos braços para podermos pegar nele.

Compártelo en tu red social:
Más en Animais - Hamsters:
Aviso legal Contacto Google+ Facebook